domingo, 17 de março de 2019

Um Novo, HECTOPIEZE - BAR

CAMARADAS
Após ter "concluído!" algumas minudências nas postagens anteriores,

Eis a, BOA NOVA

Como vês na imagem, alguém lançou a 1ª Pedra, naquilo que parece ser irreversível.
“Aqui vai nascer”
O
HECTOPIEZE – 2

Nada melhor que a fracção “B” deste prédio, para alojar a "Garáge"
e no seu interior, o futuro BAR

A conclusão demorará algum tempo, uma vez que ainda está em fase embrionária.

Desde já estás CONVIDADO, para a Inauguração.


Embora tenha algumas ideias, lanço-te um desafio:

Caso queiras sugerir algo “exequível”, Estou aberto a sugestões.
Este espaço, também será teu.
Escusado será dizer; que Imagem, Luz e Som, será à fartazana, e um dado adquirido.


Se és um leitor assíduo deste Blogue, adivinho que estás confuso, com a mona fumegando, pensando com teus botões:
Onde raio já li, algo parecido?

Acalma-te, tens toda a razão. Se acessares por exemplo, o link abaixo:
Vais ter a resposta



Sim é verdade. Como acabaste de ler, bem antes do BAIXATOLA-BAR em Vila Nova de Famalicão, já no Vale de Açor (concelho da Ponte de Sôr, distrito de Portalegre) existia um exclusivo Hectopieze Bar, na casa da Ti Luísa e do Ti Amândio Pimenta.

Como ultimamente tenho "muito por culpa do BTB" alterado o azimute, é agora raro as minhas idas ao Alentejo, originando a que este tenha sido ligeiramente ostracizado.

Mesmo assim, este BAR continua firme e hirto, dando vazão às avalanches sazonais que por vezes acontecem, nomeadamente na altura das festas do Crato, das famosas Bajas de Portalegre, não esquecendo ainda os veraneantes "habituês" quase sempre de Famalicão "e arredores", habituados aos grelhados dos Lúcios Carpas ou Achegãs, bem como das águas cálidas e ao sossego nas Barragens, de Montargil ou do Maranhão.

Aproveitando o “alvará” do dito, fiz uma fotocópia, e pela calada reabro este que passa a ser o nº2, aqui a poucos metros de casa.


“Antecipadamente” adivinho este local, como a etapa final de futuros Convívios realizados na periferia, tendo sempre em conta que:

Tal como os demais, também a este será

(RESERVADO O DIREITO DE ADMISSÃO)

sábado, 2 de março de 2019

Camarada: A belga FN ganhou o concurso

"CALMA AÍ"

Se pensas que vou falar de alguma gaja boa, que ganhou não sei o quê,
Estás bem enganado

É que, pelos vistos, as “Nossas” velhinhas G3,
(refiro-me aos Operacionais)
têm os dias contados.



Ir "voluntáriamente" com um grupo de amigos a pé, a Braga ao Bom Jesus e Sameiro ou ao São Bento da Porta Aberta carregando e partilhando nessa tarde, o garrafão de 5 litros do tintól e umas sandes de xórisso, é bem diferente, daquilo que passámos.

Para os nossos leitores, de tenra idade

No nosso tempo "obrigados" apesar da fome e cansaço, o pessoal alombava "no mato" de manhã à noitinha, com as ditas “Arma + Carregador” 4 kilos mais 710 gramas, de acordo com as figuras anexas, às vezes em operações de 7 dias seguidos, "a pé".
(3 p’ra lá, e devido ao cansaço 4 p´ra cá).


Não contando o peso da mochila às costas, com o pano tenda, as rações de combate correspondentes, o saco cama, o casqueiro/travesseiro etc etc,
Mas contando com pelo menos mais dois Carregadores " carregados", um Cantil, 2 Granadas defensivas, o Dilagrama, quase sempre mais uma das Granadas do morteiro “outros, com as da Bazuca” o Punhal etc... e não só,
dá para ver que não era pêra-doce.
(Das granadas; Um pequeno exemplo)

Um pouco de ironia, com alguma verdade:
Sofrimento "barra" sacrifício, bem maior que o nosso; tiveram alguns inoperacionais do arame farpado, que no conforto do lar fizeram a guerra, não fazendo "ao contrário do que muitos dizem" a ponta dum corno.

Uma curiosidade:
Certa vez ao serviço da Siderurgia Nacional, visitei esta Fábrica Militar "acima referida" em Braço de Prata e descobri entre os trabalhadores, um vizinho que trabalhava lá.
Era um vizinho que não passava despercebido dado que era Surdo/Mudo. Sempre bem disposto e sorridente, passava o tempo a gesticular.
Foi graças a Ele que concretizei um objectivo com largos anos de espera.
Não demorou muito, para nos verem a encabular longas conversas “gestuais”.

Ainda hoje sempre que me vê, desafia-me a falar “mais rápido” mas dado a falta de prática, tem de contentar-se com o que há. Ou Eu não fosse, filho de Alentejanos…


Mas porque dou conhecimento desta notícia? Perguntas tu.

Porque acho um desperdício “renovar a frota”.

É que tenho reparado incrédulo, na brandura das Forças da Ordem, que ordeiramente, impávidos e serenos, “aceitam ou acatam” a desfaçatez da grande maioria do pessoal que se manifesta, a gozar com as ditas que de ordem, só se for alguma para não reagir ou responder “adequadamente”.

Vejo que só in extremis, é que se lembram de disparar umas quantas balas de borracha (p’ró ar) de vez enquando, logo acusadas por alguns palhaços do “uso de força excessiva” e depois, julgadas por isso mesmo.

Dizer hoje em dia “fujam, vem aí forças policiais” é o mesmo que cantar as músicas do Zeca Afonso “Venham mais cinco, ou Trás outro amigo também”

Em suma: Sem vergonha, e usando de "alguma" impunidade de quem de direito, estão-se cagando, e é para o lado que dormem melhor. Quando raramente são detidos, saem horas ou minutos depois, gozando a rir.

À GENERALIDADE DAS FORÇAS

Neste país, empestado de corruptos sem vergonha "veja-se nalguns políticos", onde toda a merda vem desaguar "veja-se nalguns políticos"; Impõe-se a pergunta:

Do que estão à espera para acordarem?

Até quando?



Todos sabemos que:
Preparados para uma vez mais acudir aos bancos, de certos aldrabões com
muitos milhões,
https://www.youtube.com/watch?v=p2IF5a6qiX4

Continuando a negar a Técnicos e Enfermeiros, melhores condições com
poucos tostões,
Sabendo-se que "sempre por culpa dos mesmos" as forças Armadas e Desarmadas,
Desta vez vão perder direitos, em certos hospitais.
Para rimar Pergunto:

E porque, esperas mais?

Para que sejam vocês, a começar a tratar da saúde de alguns FDP?


Trocar de Arma, Porquê?

Estão enferrujadas?

É muito provavel. Pois a partir do 25 de Abril, penso que o único uso que lhe deram, foi "no própio dia" fazer de jarra para colocar um cravo.

(Foi por causa desses, que ainda hoje continuamos encravados))
Devia ser pelo menos: uma no cravo, e duas na ferradura.


(Concurso de 42,8 milhões de euros para substituir a velha G3 do Exército)

(Eu em plena mata, com o Meu pessoal e a Minha G3)

Muito embora também tivesse a "Metralhadora UZI" sempre à mão de semear
mesmo ao lado da cama.
Atrás de mim nos suportes: Além da UZI, duas G3 (A minha, e a do Camarada Furriel Brito)

Num plano mais aproximado, as ditas e a dupla (Manuel Pimenta + Giga Coelho)




Ampliando ainda mais a imagem, podemos recordar a "limpeza" existente nas instalações, que como se vê ronda a Esterilização.

Uma nota: Será que é para compensar o "Ostracismo" a que sempre nos remeteram, que agora estes considerados pelo actual presidente da republica como heróis, regressados de não sei onde, ausentes 6 meses e "comparado connosco" com os bolsos a abarrotar, teriam estas condições de habitabilidade?
(Era greve, pela certa)

Por uma questão de segurança, e porque Eu era o Furriel de
MINAS E ARMADILHAS
(Os explosivos, "guardava-os" debaixo desta minha cama)

Uma piadinha: Bem mais seguros, do que estariam, se estivessem num paiol de tancos.

O volante "acima" de Unimog e as meninas da Playboy coladas nas tábuas da parede do "Jota Cê" faziam parte da decoração do BAR-Room.
Mas porque não comprar a arma, que o Comandante Supremo das Forças Armadas “da altura” já experimentava?.
Para lançar bolas de borracha Eu acho ser mais que suficiente.


No caso de quereres comprar uma destas fisgas, é barata, e aqui vai um link para a mandares vir da china



Repara nas características. Tem ABS, também dá para usar pedras e é de;
(ALTA VELOCIDADE)

Ideal para partir os cornos, a alguns daqueles que desafiam e dançam à frente da polícia.
No caso de ser algum politico, melhor ainda.


Se percorreres o Link, vais encontrar videos elucidativos


E agora, a Notícia completa:

CAMARADAS
Registem "porque prevejo" na vossa agenda, esta notícia.

Veremos quanto tempo vai decorrer, para vermos ocorrer, "problemas" na contagem e devolução das ditas G3.
Ou Eu me engano muito, ou não vai haver paiol que resista.
Honi soit qui mal y pense