quarta-feira, 9 de maio de 2018

2018 - 26º CONVÍVIO DA COMPANHIA 2504


CAMARADAS

Marcado há cerca de um ano, realizou-se muito perto das
Caldas da Raínha
e na maior das tranquilidades, o

CONVÍVIO DA NOSSA COMPANHIA


Habituados, não admira estarem presentes: 29 Camaradas, mais 29 Acompanhantes (Esposas e não só) e mais ainda, 2 young girls. Trata-se  pois de uma boa parte da grande família, já tantas vezes elogiada.

(A FAMÍLIA 2504)

da qual muitos se orgulham.

Há excepção do comandante, que sempre foi e será o nosso Capitão, Conde e Silva, aqui todos somos iguais. A haver diferenças, só no sotaque. Que desta vez se distribuiu entre o camarada marafado Simão da Manta Rota nos algarves, e o Silva da Póvoa do Varzim lá de xima.

Reinou desde o primeiro minuto como sempre, aquela cumplicidade que só quem a vivenciou, entende.

A indisciplina saudável toma conta do grupo desde os primeiros abraços, e vai aumentando na medida directa do engrossar das tropas em presença.






Na foto, falta o  amigo Couto que também esteve presente no evento mas chegou tarde. Temos ainda o Silvério que com a Esposa uma vez mais vieram da América, para se juntarem ao grupo.

Falando nisso, no decorrer do almoço, o alferes Costa e os 1º Cabos Figueiredo e Isidro Catarino Nunes são testemunhas de que telefonei ao Furriel Brito que também reside nas Américas. Acabada a conversa com o dito, poucos minutos depois, o meu telemóvel tocou. Era outro "amaricano" o Armando Miguel Bernardino que fez questão em deixar expressa a sua presença, mesmo que em pensamento.
(devíamos juntar estes dois, à lista de presenças)

Dada a animação existente poucos se aperceberam deste facto, pois os únicos silêncios existentes nestes nossos convívios (serão 5 minutos ou nem tanto) e resumem-se quando a organização agradece aos presentes, justifica os faltosos e anuncia o local previsto, para o encontro seguinte*.

Paulatinamente sem mais delongas e porque o tempo escasseia, há que o aproveitar "à mesa" calmamente da melhor maneira possível, conversando e tentando dizimar o cardápio variado que se tem pela frente.

Cá por mim... Irrequieto como sempre, passo o tempo quase todo “na palheta” divagando entre mesas, deixando para meus amigos a responsabilidade de tomarem conta do meu prato quando o garçon por lá passa. Talvez por isso mesmo, é que quase nunca apareço nos filmes.
Quanto à comida...
"Quem comeu, comeu. Quem não comeu, comesse"


Se pensas que estou a dizer:
(Se apagares os faróis ao Jeep, eu reduzo o tamanho do peixe), estás bem enganado

 
Lá porque, desde que me reformei deixei de dar os "Bons dias", não brinco em serviço.

Para não fazer uma directa, servi-me do despertador do telemóvel. 
Assim, meio zonzo, às 9 horas em ponto estava em Setúbal buscando o Camarada Enfermeiro, Jorge Severino*.


Porque esta dupla chegou ao objectivo bem antes das 11 da madrugada, ainda apanharam o nosso ex-condutor e organizador José Eduardo Aguiar, montado numa Dona Elvira (Renault 4L) que de alicate na mão, ainda colocava como tinha anunciado na convocatória, diversas “tabuletas”  indicadoras para nos guiar.
Ei-lo aqui em flagrante.



Dado que a data deste nosso evento 5/5/2018, calhou no dia em que uma vez mais o meu clube "que não digo qual é" no sossego do seu sofá foi obrigado a ser campeão.
E já que não quero misturar futebol com a tropa, embora pelos vistos “guerra” foi coisa sempre presente;
Abstenho-me.

E para que os nossos leitores não pensem que o autor deste vídeo, ergueu a taça do “champanhe” para comemorar, algo mais que não a sã amizade que perdura há quase 50 anos, este Técnico de Minas e Armadilhas também Atirador,  contrariado armou-se em censor do antigamente,  e de lápis da cor que não digo*, cortou as imagens de júbilo existentes, para evitar confusões.



Informo no entanto as Senhoras da mesa lá do fundo, que foram uma vez mais, as que em uníssono ergueram as taças ainda mais alto.

O FILME

Tal como já escrevi neste blogue, e acreditando que no íntimo as Senhoras tenham brindado para que “nunca sejam viúvas”, acho que devemos falar com a organização para instituir o prémio*
(vai acima, botabaixo)
para distinguir a mesa vencedora.

(*) Aceitam-se sugestões das intervenientes.




Pimenta - Jorge - Ascendino
Um trio, mais que provável


Uma nota: No regresso, também viajou connosco para o Barreiro, o nosso corneteiro, Ramos Caeiro.

Duas notas: É mentira que hajam neste Blogue lápis de cor azul ou outra qualquer, para censurar o que quer que seja.
(SOMOS LIVRES)

As imagens dos levantamentos de copos desta vez não existem no filme, simplesmente porque foram espontâneas, apanhando assim o filmador "de calças na mão".

Quem as tiver e se faz questão, é só enviar e serão adicionadas.
(Eis assim uma boa oportunidade, para colaborarem no Blogue) 

Três notas: A respeito do prémio, só vão contar os brindes de “champanhe”. Todos os outros não valem. Esses serão considerados "afinação de vozes".

Quarta nota: Quando li na convocatória que ia estar presente um fotógrafo, senti pena dele. Imaginava que só faria corpo presente. Surpreendentemente, verificou-se que não teve mãos a medir.

A nota triste: Com mea-culpa, talvez conte bem próximo e "para esquecer", um resumo resumido duma "triste" estória, para conhecimento de todos nós.




(a título de curiosidade, podemos desde já informar que:

Próximo encontro de 2019, terá lugar na zona litoral centro, (Entre Monte Real e a Figueira da Foz) 

Colabora connosco. Eis o nosso Contacto

4 comentários:

  1. COMO SEMPRE ESTAMOS ATRAZADOS NA "POSTAGEM" DO NOSSO ENCONTRO ANUAL. CONGRATULAMO-NOS QUE PARA VÓS TUDO TENHA CORRIDO PELO MELHOR.

    PARA O ANO CONCRETIZAMOS 50 ANOS DA NOSSA PARTIDA PARA A ENTÃO PROVINCIA ULTRAMARINA DE ANGOLA, SENDO ESTA UMA DATA QUE NÃO SE VOLTA A REPETIR.

    DA MINHA PARA A VOSSA COMPANHIA AQUI VAI UM FORTE ABRAÇO DE CAMARADAGEM.

    jMerca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Merca: Sim é verdade. Para o ano fazemos o número redondo dos 50.
      Essa da data não se voltar a repetir, cheira-me a desânimo.
      Coragem Camarada. Peito pra fora e barriga pra dentro. Vamos aguardar serenos que a mesma se repita. Espero nesse dia, estar bem recostado lá em cima numa nuvem qualquer, na tua companhia e outros que nos querem bem, olhando cá pra baixo vendo estes cretinos que pululem neste país, degladiarem-se para ver quem rouba mais.

      Eliminar
    2. Amigo e camarada Pimenta!
      Já estás a pensar em subir às nuvens?
      Deixa lá isso! Vamos é comemorando ano a ano, de certo, em cada um irá faltar alguém, que recordaremos com saudade. Vamos fazer um brinde para que no próximo ano não falte ninguém, nem aqueles que já partiram! Um Forte abraço!

      Eliminar
    3. Então meu Furriel. O que aconteceu? Alguma coisa de grave?
      Notas falsas?
      Conte-nos essa.

      Eliminar